Blog

Como trabalhar um e-mail marketing de final de ano

26/11/2019

O final de ano é uma ótima oportunidade para aumentar as vendas. Não é a toa que muitas promoções se iniciam nessa época, como a famosa “Black Friday” e os descontos de Natal. Isso não seria diferente no marketing e suas ferramentas, como o e-mail marketing.

Afinal, para divulgar essas ofertas, uma estratégia muito utilizada pelos empreendimentos é o e-mail marketing.

Na prática, esse é um recurso que disponibiliza via correio eletrônico grande parte das promoções e, ainda, pode oferecer um conteúdo rico para quem está procurando por produtos e/ou serviços inovadores.

Além disso, o e-mail marketing é uma ferramenta importante na fidelização de clientes antigos. 

Com ele, você pode ofertar condições especiais e atrair os consumidores novamente para as suas empresas, por meio de mensagens personalizadas. Isso demonstra um comprometimento com os clientes, que se sentem especiais.

Para isso, é preciso ter atenção a algumas estratégias de e-mail marketing, especialmente para o final de ano. 

Por essa razão, as empresas devem ter um planejamento detalhado, com o objetivo de aumentar o número de vendas e, ainda, ter uma taxa maior de conversão de leads qualificados (potenciais clientes).

O que é um e-mail marketing?

O e-mail marketing é uma estratégia dentro do Marketing Digital, que visa manter a comunicação da empresa com seus consumidores, via correio eletrônico. 

Esse contato é feito a partir do disparo segmentado de e-mails. Além disso, ele é geralmente feito com o uso de ferramentas de automação, capazes de personalizar as mensagens e direcioná-las para os usuários corretos.

Desse modo, o principal foco do e-mail marketing é criar um relacionamento duradouro e progressivo com os clientes.

Isso é feito por meio de um conjunto de táticas, que envolvem a boa comunicação e a oferta de conteúdos relevantes.

Assim, ao anunciar a locação de espaço para festa em um e-mail marketing, a empresa pode fornecer fotos do local e as condições especiais de pagamento, junto com depoimentos de outros clientes.

Além disso, outros exemplos comuns de e-mail marketing são:

  • Promoções de produtos e/ou serviços;
  • Confirmações de compras online;
  • Acompanhamento de pedidos (entregas);
  • Newsletters;
  • Pesquisas de satisfação pós-venda.

Vale destacar que o e-mail marketing não é um spam, isto é, o envio de mensagens em massa, também conhecido como “mala direta”. Isso porque esse tipo de propaganda é considerada invasiva e com pouca personalização. Portanto, tem pouca taxa de conversão.

Ao contrário dos spams, o e-mail marketing é uma ferramenta personalizada e pessoal, com envio de mensagens para usuários devidamente cadastrados na lista da empresa, com uma troca direta de contato e um relacionamento próximo.

Além do mais, o cliente tem a opção de fazer o descadastramento da lista, caso não deseje mais receber mensagens.

Devido a isso, as empresas devem evitar comprar listas de e-mails, já que essa técnica pode transformar o e-mail marketing em um spam. Como consequência, o empreendimento perde credibilidade com o público.

Estratégias de e-mail marketing para final de ano

O e-mail marketing tem um grande alcance por conta do número de usuários que usam o correio eletrônico.

Para se ter uma ideia, em todo o mundo, são mais de 2,9 bilhões de pessoas com um endereço de e-mail. Por esse motivo, a estratégia consegue alcançar diretamente milhares de clientes em potencial.

Ademais, o disparo de e-mails tem um custo relativamente baixo, principalmente em comparação com outros tipos de publicidade, como websites, adwords e anúncios patrocinados em redes sociais.

Ou seja, as empresas que investem no e-mail marketing costumam ter um ROI (Retorno sobre Investimento) positivo, além de uma boa taxa de conversão.

Sendo assim, todo e qualquer empreendimento, independente do porte, pode investir no e-mail marketing para a captação de novos clientes, fidelização do público e aumento nas taxas de venda. 

Isso quer dizer que mesmo uma gráfica para impressão de livros pode gerenciar e automatizar uma lista de contatos, enviando mensagens personalizadas para pessoas que já fecharam negócio com a empresa, ou demonstraram interesse no serviço.

No final de ano, como dito anteriormente, há muitas oportunidades para aumentar a rentabilidade com vendas para Natal e ano novo. Por isso, o e-mail marketing torna-se um importante aliado na divulgação.

Abaixo, temos algumas estratégias de e-mail marketing para as empresas usarem no final de ano.

1. Promoções imperdíveis

As promoções de final de ano tendem a atrair clientes, não só por conta das festividades, mas porque, em geral, elas oferecem condições imperdíveis de preços.

Os descontos especiais são um atrativo bem aceito pelo público, assim como os eventos Black Friday, Cyber Monday, etc.

Normalmente, as pessoas tendem a associar esses eventos com a venda de eletrônicos, mas toda empresa pode inovar e oferecer a oportunidade de pagar mais barato.

Por exemplo, um desconto único em banho e tosa gato para os usuários que comprarem online e apresentarem comprovante no local pode ser uma estratégia interessante.

Além disso, as promoções não precisam envolver somente o preço. Nesse contexto, é interessante oferecer brindes, frete grátis ou testes de outros produtos e/ou serviços.

No exemplo mencionado acima, o cliente que optar pela compra do banho e tosa do pet pode ganhar como brinde uma sessão de acupuntura para cachorro.

2. E-mail Remarketing

Nas compras de final de ano, é muito comum as pessoas iniciarem a tramitação no e-commerce, mas deixarem os produtos no carrinho, a fim de pesquisarem um pouco mais na concorrência. 

Uma opção é o uso do e-mail remarketing, que tem como proposta atingir o mesmo usuário mais de uma vez.

Assim, se um cliente procurou por locação de iluminação para as festas de natal, mas abandonou a navegação, a empresa pode disparar um e-mail com ofertas, ou produtos relacionados. 

Nesse cenário, o intuito é elevar a conversão, quer dizer, a venda e a concretização do negócio.

Para que o seu e-mail remarketing seja eficiente, é preciso:

  • Criar conteúdo relevante para o usuário;
  • Ter ferramentas automatizadas para melhor navegabilidade;
  • Facilitar o processo de compra do usuário;
  • Ter uma boa landing page de redirecionamento do cliente.

Contudo, o e-mail remarketing não deve ser usado em excesso, ainda mais quando enviado várias vezes para um mesmo usuário. 

Isso pode gerar um incômodo no cliente, que pode não concretizar a compra. Para isso, as ferramentas de automatização podem ajudar, com o estabelecimento de limites na quantidade de e-mails para um mesmo destinatário.

3. Templates temáticos

O design é um fator de grande atração no e-mail marketing. Mais do que o conteúdo da mensagem, é preciso investir em um template agradável aos olhos.

Desse modo, é preciso pensar em modelos de fácil leitura e com a presença de elementos imagéticos, incluindo fotografias, infográficos, botões CTA (call to action), padronização de cores, entre outros recursos.

No final de ano, a empresa pode apostar em templates personalizados com a temática a fim de criar uma relação de proximidade com os clientes. 

Assim, ao anunciar a impressão de calendário, ofereça produtos com decorações natalinas, ou de réveillon, para que os leads entrem “no clima” de final de ano.

4. Aposte nos gatilhos mentais

Com o ano chegando ao fim, muitas pessoas têm a sensação de que este é o último momento para realizar algo. 

Uma dica nesse sentido é apostar nesse sentimento, com o uso de gatilhos mentais de “última chance”, ou “oportunidade única”.

Por exemplo, ao fazer a oferta de uma máquina contadora de cédulas, a empresa pode anunciar que essa é o último lote promocional e que o cliente não terá outra chance de fazer a compra do equipamento. 

Com isso, ele irá ativar o gatilho mental de urgência, colaborando para o aumento na conversão de vendas.

Só cuidado para que o seu conteúdo não fique persuasivo demais e invasivo para o cliente. Além de fazer o anúncio, ofereça informações sobre a máquina e colabore para que a venda não seja somente feita por impulso. 

Esse comportamento influencia na fidelização dos clientes, que não se sentem “enganados” pela empresa.

5. Disparo de mensagens no momento certo

Uma das grandes vantagens da automação de e-mail marketing é a possibilidade de programar o envio das mensagens. No final de ano, isso é ainda melhor, visto que há datas comemorativas específicas, como o Natal e Ano Novo.

Uma dica é apostar em, no mínimo, uma semana antes da data festiva, quando as pessoas procuram por um produto para presente, ou um serviço.

As viagens também são muito cotadas nesse período, ainda mais para quem deseja visitar a família. 

Assim, nos períodos próximos, faça a oferta de um transfer executivo do aeroporto ou rodoviária para qualquer lugar da cidade. Ainda podem ser feitas promoções de mercadorias, com entrega rápida.

Lembre-se de programar a quantidade de envios também, pois, conforme dito anteriormente, o excesso de e-mails é prejudicial. 

O certo é manter um equilíbrio, com uma quantidade de mensagens que chame a atenção dos usuários, mas que não peque pelo exagero ou escassez.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog  Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Assine nossa newsletter