Blog

Recuperação do Carrinho de Compras com E-mail Marketing

06/08/2015

Imagine o seguinte cenário: o consumidor precisa de um tênis, entra em uma loja física e prova alguns modelos. Depois de algum tempo, ele sai da loja sem comprar nada. Pense em duas situações:

  1. O cliente vai pra casa e pensa em sair em breve para procurar em outra loja.
  2. O vendedor que o atendeu liga e diz que caso ainda tenha interesse, eles vão dar de presente um par de meias e ainda vão entregar via motoboy.

No primeiro caso, a venda foi perdida. No segundo caso, houve uma recuperação da venda, o vendedor acreditou na possibilidade de converter e resolveu insistir um pouco mais. A diferença entre os dois casos? O sucesso, a venda.

Assim como no meio físico, no mundo online pode acontecer a mesma coisa.  Aliás, hoje para o consumidor não há diferença entre os dois.

A verdade é que muitas lojas gastam muito para trazer novos consumidores, mas não investem naqueles que entraram e saíram. Como no caso da recompra, que nós comentamos em outro post. Se o consumidor entrou na loja, fez o caminho de compra mas não concluiu a compra, eu posso contatá-lo para que ele possa dar continuidade ao processo e efetue uma transação.

Para isso, você pode usar o email marketing ou estratégias de remarketing.

No caso do email marketing, temos um leque grande de possibilidades:

  • O cliente teve algum problema ao executar o checkout ou algum dado foi preenchido errado? Basta enviar um email avisando que algum problema ocorreu e que é necessário a confirmação de um ou outro dado.
  • Ele entrou, efetuou o login, clicou no botão comprar, mas não terminou o processo. Cabe um lembrete ao cliente de que ele não concluiu o processo. Talvez seja interessante oferecer um cupom de desconto, brinde ou alguma outra vantagem para que ele se interesse em concluir a compra.
  • Você lembrou o cliente de que ele esqueceu um produto no carrinho e mesmo assim ele não voltou? Não desista! Tente entender o que o fez desistir de comprar na loja. Procure saber se ele já comprou o produto em algum outro lugar.
  • Mas e se o cliente entrou, não estava logado no site, clicou no botão comprar mas não efetuou a compra? Há outro recurso disponível, chamado remarketing. Trata-se de um recurso do Google, operado através do Adwords, que viabiliza uma abordagem mais personificada, baseada no histórico de navegação de cada usuário. Com o remarketing, você alcança antigos visitantes que passaram pelo seu site na medida em que eles continuam navegando pela internet ou pesquisando sobre serviços e produtos relacionados ao seu negócio. Esses usuários são "cookados", ou seja, são identificados através de cookies de navegador e passam a integrar uma lista, estruturada de acordo com o seu interesse. As abordagens são inúmeras, mas todas com o mesmo intuito: continuar a conversa e prolongar o relacionamento da sua marca com o seu cliente em potencial.

Ambas as estratégias colaboram para que o cliente volte para a sua loja e cumpra a meta. Lembre-se que o email marketing pode não trabalhar sozinho e que, como falamos no texto sobre recompra, às vezes, é mais lucrativo recuperar clientes antigos do que atrair novos.

Assine nossa newsletter