Blog

E-mail Marketing

Como divulgar Produtos e Serviços de forma barata?

22/07/2015

Em tempos de crise, muitos anunciantes pensam em diminuir a verba de suas campanhas, o que muitas vezes contribui mais ainda para diminuir o número de vendas em seu site. Mudar a estratégia em épocas de crise não significa que você precisa diminuir aquilo que vai ajudar a divulgar o seu negócio. É importante que principalmente aquelas campanhas que colaboram para conquistar vendas através de clientes que já compraram uma vez fiquem ativas e transmitindo oportunidades aos clientes. É aí que entra o email marketing. Como? Pense nos seguintes passos:

  • Lembre seu cliente das oportunidades: promoções, frete grátis, cupons de descontos, entre outras vantagens sempre estão aí para incentivar compras. O mesmo acontece agora. Faça campanhas de email marketing relacionadas, mostrando ao cliente essas oportunidades;
  • A crise existe, mas há algumas coisas que as pessoas não deixam de comprar, como roupas íntimas, acessórios, etc. Quando o cliente comprou um desses produtos pela última vez no seu site? Pense no tempo necessário para a recompra. O consumidor pode ser abordado no limite desse tempo para comprar mais peças. Isso é algo que costuma dar muito certo e aproxima sua relação com o cliente. Quanto mais precisão nesse tipo de ação em email marketing, maior serão as chances de sucesso, combinando o fato de que alguns consumidores além de gostarem disso, comentam positivamente esse tipo de experiência através das redes sociais;
  • Na crise, o cliente busca o que é mais barato. Muito se fala da busca na parte debaixo da gôndola, onde os produtos estão mais baratos. Pense que o consumidor está disposto a economizar e comprar esses produtos mais baratos através da internet também, sendo assim, divulgue-os e mostre que essas alternativas mais baratas estão disponíveis;
  • Não esqueça o omnichannel (vamos falar mais disso semana que vem). Seu cliente é multicanal. Ele compra através de diversos meios e pode cruzar suas compras em lojas físicos e também virtuais. Dessa forma, considere facilitar ainda mais a compra e talvez até diminuir custos. Por exemplo, a compra pela loja virtual tem frete, mas se o consumidor pegar o produto na loja, não paga frete e ainda não precisa esperar;
  • Incentive também seu cliente a comprar por qualquer canal. Ele pode ter liberdade de escolha e as condições podem mudar. Tudo precisa ser proporcional e fazer sentido ao cliente.

No mais, mantenha sua operação e sua campanha de email marketing de uma forma que seduza o cliente e mostre a ele como economizar em tempos de crise.

Assine nossa newsletter